Prazer, Baixolão! Conheça o instrumento de nome curioso!

Baixo Acústico, ou mais conhecido como Baixolão. Um instrumento à frente do seu tempo!

É isso mesmo, o primeiro instrumento que recebeu sua versão acústica, após a apresentação da versão elétrica.

O Fender Precision Bass era lançado por Leo Fender, mais especificamente em 1951. Já o Baixolão, começaria sua produção em 1971, idealizado por Ernie Ball.

Ernie Ball – idealizador do Baixolão.

O americano acreditava que era justo possuir um Baixo que acompanhasse às formações acústicas, assim como a versão elétrica estava para as bandas de instrumentos elétricos.

Foram criadas também, como no modelo convencional, versões com cinco ou mais cordas.

Porém atualmente, não são tão comuns na versão Acústica. Em parte, porque a caixa de ressonância do Baixolão ainda é pequena  para produzir uma amplitude de volume satisfatória na tessitura dos tons graves audíveis.

Modelo do Primeiro Baixo Elétrico – Fender Precision Bass, produzido por Leo Fender em 1951.
Baixo Acústico – Baixolão, idealizado por Ernie Ball e lançado em 1971.

O Baixolão possui formato similar ao de um violão, com corpo oco, geralmente com quatro cordas. Difere-se do Baixo Elétrico que possui corpo sólido.

A formação de seu timbre ocorre pela ressonância dos sons produzidos pela vibração das cordas em seu corpo.

De som acústico, a dificuldade dos modelos mais atuais está em ser ouvido com um bom volume.

A caixa de ressonância do instrumento precisaria possuir medidas mais generosas para que isto ocorresse. 

Os modelos modernos tiveram uma redução em suas medidas, se comparados aos primeiros Baixolões.

Por isso, para que o instrumento não passe por imprevistos, traz consigo captadores e pode ser ligado a amplificadores de baixo tradicionais.

É isso aí! Agora você também conhece um instrumento lendário, uma criação ousada, de nome exótico e pioneiro em sua categoria.

Com seu formato familiar e seu som diferenciado, um instrumento que garante muito bem seu espaço no universo musical!

Prazer, Baixolão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curtiu o post? Dê uma mãozinha para nós, compartilhe este brilhante artigo!
Prazer, Baixolão! Conheça o instrumento de nome curioso!