Condicionamento físico para quem toca instrumento de sopro

Como o som produzido por esses instrumentos depende do ar do pulmão, conhecer e exercitar a respiração é fundamental.

Você já parou para pensar que fazer música ou tocar um instrumento também é se exercitar? Quando falamos de condicionamento físico relacionado à música, nos referimos a algumas capacidades físicas que musicistas precisam ter para desemprenharem seus objetivos com mais excelência.

O instrumento de sopro é um instrumento mais exigentes nesse sentido e que demanda um bom condicionamento. Isso ocorre porque um instrumentista de flauta, trompete, trombone, por exemplo, deve conhecer e saber executar a respiração correta no momento em que toca.

Como funciona um instrumento de sopro?

Funcionamento do instrumento de soproÉ fácil identificar que o som produzido nesses tipos de instrumentos depende totalmente da força e do ar que saem dos pulmões. Apesar de respirar parecer algo muito simples e natural, é um ato que possui algumas complexidades relacionadas à troca gasosa e que devem ser cuidadosamente analisadas.

Para quem deseja aprender um instrumento de sopro, saber respirar é talvez o primeiro ponto a ser desenvolvido. Há quem diga que a respiração é o “combustível para quem toca instrumento de sopro”. Por conta da exigência de ar, é importante que o músico entenda o funcionamento da própria respiração e reconheça a necessidade de realizar exercícios que colaborem com o seu desempenho.

Ou seja, entendemos que é essencial ter noções básicas de musculatura facial e capacidade pulmonar. Estes pontos interferem na qualidade sonora com flexibilidade, notas longas, agilidade, resistência, repertório e vibração labial.

E onde fica o exercício físico nessa história?

O exercício físico é uma das formas mais adequadas de trabalhar a respiração e adquirir fôlego e capacidade respiratória. O processo da respiração precisa ser aprendido separadamente, com atenção dedicação a isso. Porém, é através da prática física que se desenvolve resistência, peça chave para tocar um instrumento de sopro.

Então, como devo me exercitar?

Alguns especialistas indicam uma sequência e uma quantidade ideal de exercícios físicos para instrumentistas de sopro praticarem. Sendo assim, você deve se organizar para realizar:

  • Alongamentos: 2 a 5 vezes por semana, com duração de 20 minutos por dia;
  • Exercício aeróbico (cardiovascular ou cardiorrespiratório): no mínimo 3 vezes na semana, com duração mínima de 20 minutos. São alguns exemplos: corrida, caminhada, natação, ciclismo, entre outros;
  • Resistência e desenvolvimento muscular: como sobrecarga e abdominais, com séries de 3 a 5 vezes, além de musculatura facial, com exercícios específicos de cada instrumento e auxílio fonoaudiológico.

Qual o impacto de tudo isso?

Estudos mostram que é possível ter uma percepção maior do volume e da capacidade pulmonar ao realizar com frequência exercícios físicos e respiratórios. Com isso, o instrumentista encontra a melhor forma de respirar para tocar seu instrumento.

Acesse aqui e enontre o instrumento de sopro ideal para você!

 

Fontes​ teóricas​:

DO NASCIMENTO, Amarildo Coelho. “A respiração para tocar instrumentos de sopro”.

MAESTRELLO, Dino. FRANCO, Ana Claudia Saturbano Felipe. “Instrumentistas de sopro: uma proposta de atividade física para melhoria e manutenção da performance musical”.​

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curtiu o post? Dê uma mãozinha para nós, compartilhe este brilhante artigo!
Condicionamento físico para quem toca instrumento de sopro