Review Gibson Les Paul Studio Tribute 50

Les Paul Studio 50s TributeUma das mais recentes “encarnações” da Gibson Les Paul Studio é a linha Tribute 50 (que bem em breve estará disponível para venda nas prateleiras da Mundomax), a Gibson a lançou com 5 diferentes “looks”, todas ostentando um par dos ricos captadores P-90 da marca.

Bem, é provável que você guitarrista, em algum momento da sua vida, já sonhou com um Gibson. E série Studio ainda é a mais acessível aos guitarristas nacionais. Ela surgiu na década de 80 como uma alternativa mais barata das Gibson Les Paul. Ao se fazer uma guitarra com quase os mesmos componentes eletrônicos da Standard, porém sem o acabamento (ornamentos do braço e corpo) mais caprichado, a Gibson conseguiu oferecer produtos mais baratos, e que soam quase tão bem quanto os modelos mais caros.

A Gibson Tribute 50 não foge a regra, ela te dá a chance de ter uma Gibson sem precisar vender sua casa. Sua construção é em Mogno tradicional, braço em Maple e escala em Rosewood. Em se tratando de Les Paul Gibson, a guitarra até que é bem leve, pesando entre 5 ou 6 quilos. Isso acontece por que ela possui câmaras de ressonância, ou seja, existem buracos dentro da guitarra, que diminuem o peso do instrumento.

Seu acabamento é em Verniz de Nitrocelulose, o que faz com que a Giabson Tribute 50 pareça mais velha do que realmente é, para realçar essa sensação nas bordas do instrumento já existem partes sem tintura, como se fossem marcas de uso. E para ilustrar este artigo, entre os vários do Youtbe, selecionei dois vídeos com a guitarra:

Mas o destaque desta Gibson Les Paul Tribute 50 é sem dúvida a parte elétrica. Em 1946 a Gibson inventou um novo tipo de captador: o P-90, e com ele novas possibilidades de timbre passaram a integrar as opções dos guitarristas. Esses captadores foram a principal escolha da Gibson até 1957 com o advento dos Humbuckers. O P-90 Possui mais brilho que um Humbucker e não tanta nitidez quanto um Single-Coil, além de favorecer as frequências médias.

Os captadores escolhidos para essa guitarra são, justamente, dois Gibson P-90 que possuem o som bem específico além do ruído também específico, o que justamente dá um toque especial nessa guitarra.

Apesar de ser uma boa opção para sons mais leves ou blues, esses captadores podem soar com pouco peso que se procura em estilos como o metal. Mas é claro que isso é facilmente resolvido com bons pedais ou uma pedaleira.

Enfim, a Gibson Les Paul Tribute 50 é sem dúvida uma peça incrível, tanto de visual, quanto de sonoridade. Para os amantes de Gibson, ela será realmente um fascínio. E em breve, estará disponível para compra aqui na Mundomax, aguarde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curtiu o post? Dê uma mãozinha para nós, compartilhe este brilhante artigo!
Review Gibson Les Paul Studio Tribute 50