Pedais Hammertone da Fender: um pouco mais sobre

Pedais Hammertone da Fender: um pouco mais sobre
Tempo de leitura: 4 Minutos

Lançados em abril desse ano, a Fender começou 2022 apresentando ao mundo a sua nova linha de pedais, a famosa coleção Hammertone, que foi projetada para ser acessível e compacta. Produzidos por Stan Cotey, especialista em efeitos da Fender, os aparelhos se identificam por sua possibilidade de executar diversos efeitos.

As opções de efeitos dos pedais são de reverb, delay, distorção, overdrive, fuzz, metal, chorus e space delay. Na matéria de hoje, vamos focar em quatro desses tipos de efeitos e apresentá-los um pouco mais ao leitor.

Design sem nome 5 1 1024x576 - Pedais Hammertone da Fender: um pouco mais sobre
Os pedais são essenciais para quem quer adquirir um efeito especial nas músicas. Imagem: Fender

São pedais analógicos que proporcionam um som mais orgânico e mais natural ao instrumento trazendo todas as frequências e características típicas de cada um. Além disso, possuem uma carcaça forte e reforçada e um design simples, intuitivo e de fácil controle.

Iremos iniciar pelos pedais de ambiência (reverb e delay), cujos efeitos simulam salas, ecos e atrasos sonoros (famosos delays) e depois partiremos para os pedais de drive (Overdrive e distorção), que aumentam a saturação do ganho criando um efeito “sujo” /distorcido do instrumento.

Reverb

Iniciando pelos seus botões de controle, nesse aparelho, constam três tipos de botões, sendo eles: volume, tempo e mix. Além de vir com duas chaves seletoras, uma que seleciona tipos de sala e outra que te permite mudar o tom do efeito. Não só isso, mas na parte de cima do pedal possui uma entrada de 9v e duas entradas p10 in e out, características que também aparecem nos outros pedais. Nesse caso, ele acaba sendo mais usado para solos ou para dar camadas e texturas para as músicas, simulando salas e eco.

 

Delay

Esse tipo de efeito é um atraso sonoro que é muito utilizado na sobreposição de solos e arranjos, que necessitam dessa característica de repetição. Nesse modelo também temos três botões de controle, sendo um de volume, outro de tempo e um de feedback. Ele possui duas chaves seletoras sendo a chave de nome type a que seleciona o tipo de repetição que o guitarrista quer e o mod o tipo de modulação desejada pelo instrumentista. Algumas referências de banda que utilizam esses pedais são o U2, Coldplay, Pink Floyd, entre outros.

 

Pedal de overdrive

Nesse caso, seria um drive menos sujo que possui 4 controles sendo o level/volume, tone (modifica o timbre do instrumento), pre-mid boost (adição de médio ao efeito) e ganho que controla a quantidade de saturação do som. É característico do blues, mas também é muito usado no rock clássico e em diversos outros estilos que dependem mais de um tipo de efeito sujo. Alguns exemplos de bandas que usam esse pedal são o Foo Fighters, Red hot chilli peppers, the who, deep purple, jimi jendrix, entre outros.

 

Distorção

É um pedal de alto ganho, que se caracteriza por um som mais pesado, rasgado e sujo. Somado a isso,  possui 4 controles sendo eles, volume, treble (é uma adição de agudos), bass (adição de graves) e ganho (controle de saturação da sonoridade). Geralmente, é usado em estilos que precisam de mais peso, sendo consagrado por grandes guitarristas por ter dado a característica do solo de guitarra. Além disso, é bastante utilizado em estilos como o heavy metal e o hard rock. Bandas como Iron Maiden, Metallica, Sepultura e bon jovi são exemplos de grupo que usam esse pedal.

 

É importante ressaltar, que é possível fazer uma combinação entre os diversos pedais para conseguir um som bacana. Entretanto, seguir uma ordem correta é essencial para atingir esse objetivo. Por isso, se você quiser saber e entender mais sobre pedalboard, sugerimos que você leia essa matéria do nosso blog Qual a ordem correta dos pedais de efeito no pedalboard.

E aí, gostou da matéria de hoje? Conta aqui nos comentários o que você achou e ah não esquece de conferir o nosso site e ver as nossas promoções! 

Astronauta Max

Um astronauta multi-instrumentista que busca conhecimento pelas galáxias! Sou o seu parceiro na sua busca pelo equipamento ideal, além de estar sempre de olho nas novidades e das curiosidades desse universo tão grande! Conte comigo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo